sábado, 6 de março de 2010

O dia 03/03 as 8:16 am

Dai que eu to aqui de novo. Com novidades que nem eu esperava. Na manhã seguinte ao "quase toco" eu mandei mensagem de bom dia como normalmente eu fazia, como se nada tivesse acontecido. Ele me ligou e começamos a conversar, logo (não tão logo porque tava trânsito) eu cheguei no escritório e desligamos o celular.

Alias, eu preciso comprar um fone pro meu celular urgentemente antes que eu leve uma caralhada de multas por dirigir falando ao telefone.

Eu no meio do serviço ele manda mensagem "eu não paro de pensar em você". Lógico que eu já fiquei contentinha. Nos falamos na hora do almoço, conversinhas meigas. Acabou o dia, eu no trânsito, nos falamos de novo (santa TIM infinity de meu Deus). Cheguei em casa jantei, estudei, tomei banho, fui deitar. Ele ligou.

Dai que eu tive uma idéia nesse meio tempo. Talvez se ele ficasse sem falar comigo ele sentisse falta (mas não falei desse jeito, lógico), então eu propus:

Eu: "Sabe, eu tava pensando, talvez fosse bom você ficar sem me ligar por um tempo... alguns dias... assim talvez você veja que eu não te faço falta e dai pronto, tudo resolvido. Você não precisa mais ficar em dúvida de nada"

Ele: "Oxe, tu num quer mais falar comigo é?"

Eu: "Não é isso, é que dai você poderia ver como ia ficar, porque a gente se fala todo dia. Dai vai que você vê que eu não faço falta pra você, dai não precisa ficar ai pensando no que fazer"

Ele: "É lógico que eu vou sentir falta de falar com você né Branquinha. Agora pronto, não quer mais falar com seu Preto?"

Eu: "Não meu Preto! Não é isso, você entendeu o que eu falei vai"

Ele: "Eu entendi. Mas eu já to pensando aqui e estou pendendo pro seu lado. É aquilo que você falou, se a gente não tentar a gente não vai saber se vai dar certo ou não. E eu tenho medo de me arrepender depois de não ter tentado e te perder"

(Bingo!!!)

Eu: "Bom, não precisa resoler nada agora. Vamos esperar até dia 9 e dai a gente conversa e por enquanto deixa assim mesmo"

Acabamos de nos despedir e desligamos. Explicando o dia 09: eu vou pra lá de novo porque eu ando prestando uns concursos e vou fazer prova lá na cidade dele (agora você ai pensa assim "É né cretina, porque não faz ai onde você mora mesmo?" e dai eu explico "É que a merda da prova não vai ser aplicada aqui, só vai ter de Minas pra cima então já que eu vou ter que subir, vou subir de acordo". A gente tinha até combinado de se encontrar em Salvador, porque dai ele descia um pouco e eu subia um pouco, mas no final das contas ficou mais fácil eu ir pra Deus me livre logo que pelo menos não precisamos ficar em pousada).

Dai que eu tive a leve sensação de que a possibilidade de eu me afastar tinha deixado uma pulga atras da orelha dele. Dormi. Acordei (cedo 5:45 am pra pegar menos trânsito). Fui trabalhar. Ele ligou. Eu na minha mesa de trabalho. Dia 03/03:

Ele: "Já tá trabalhando?"

Eu: "Já sim"

(8:16 am)

Ele: "Você quer namorar comigo?"

(Arrepio no corpo, frio no estômago, coração acelerado, sorrizinho tonto na cara)

Eu: "Eu quero!"

Ele: "Eu também quero!"

Eu: "Mas o que foi que aconteceu que de ontem pra hoje, assim de repente, você resolveu isso???"

Ele: "Não foi de repente e não foi de ontem pra hoje. Faz um mês que eu to pensando nisso e ontem a hora que você falou que era pra eu ficar sem falar com você eu já fiquei preocupado e pensei - É melhor eu resolver logo se não vou ficar sem minha Branquinha"

E foi assim! Agora eu vou arrumar um cartão com milhas.

Percebi também que nada como sentir medo de perder alguma coisa para agarrar ela com foça.

5 comentários:

  1. Mas o amor está no ar mesmo... Que fofa!!! Amor à distância é difícil, mas é possível, curta muito essa paixão boa (que pelo que li no post anterior é pra lá de boa né) e vamos em frente.
    Qualquer dia precisamos sentar pra conversar, temos muita coisa boa para contar! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Sabe o q eu acho, sua cretina? Vc já sabia q isso poderia acontecer desde o início. Se eu te conheço bem, vc não ia se jogar desse jeito numa situação perdida. Por isso, eu te amo e sou sua fã! bJS* da sua nega preta

    ResponderExcluir
  3. ahahah você é tremenda Menina sem conserto.
    Hummmm adorei saber do desfecho! Conta mais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhhhhhhhhhhhh que lindo!!!
    Eu tb quero uma história assim, pq to tao carente depois da separação.. hauahuaa
    Parabéns

    Débora Podda
    www.eusouex.wordpress.com

    ResponderExcluir

Ah, fala vai...